Categorias
Cursos Esportes

Paraisópolis lança projeto de esgrima para crianças

1002668_575951375836832_398282093_n

União dos Moradores e Comércio de Paraisópolis e Associação Brasileira de Esgrimistas promovem iniciativa voltada ao ensino do esporte para jovens moradores da comunidade de São Paulo

Nesta segunda-feira, dia 31 de março, a União dos Moradores e Comércio de Paraisópolis (UMCP) e a Associação Brasileira de Esgrimistas (ABE) lançam o projeto “Mosqueteiros de Paraisópolis”. Com duração de três meses, o projeto foi desenvolvido por atletas da Associação e conta com duas aulas por semana para crianças moradoras da comunidade com idades entre oito e 10 anos. O lançamento contará com a participação de vários atletas da ABE, muitos deles representantes do Brasil em competições internacionais.

Para Renzo Agresta, diretor técnico da Associação Brasileira de Esgrimistas, o objetivo do “Mosqueteiros de Paraisópolis” é aumentar a exposição da esgrima para um maior número de praticantes, além de mudar a imagem do esporte como sendo uma atividade de elite. “A esgrima se trata de um esporte de combate, no qual a derrota faz com que o atleta aprenda e queira melhorar visando a vitória. Nesse caso, essa filosofia serve para a vida, pois os momentos difíceis servem como aprendizado e fortalecimento para procurar evoluir sempre”, destaca Agresta, que também é atleta esgrimista com participação em três Olimpíadas e atualmente o 17º colocado no ranking mundial da modalidade..

Gilson Rodrigues, presidente da União dos Moradores e Comércio de Paraisópolis, comemora mais essa conquista: “Os jovens de Paraisópolis já contam com programas promovidos pela União, entre eles balé, orquestra, judô e rugby, entre outros. Agora, a esgrima vem para fornecer mais uma opção de lazer, atividade e aprendizado para a vida”. Rodrigues ressalta a importância do esporte para a formação de cidadania das crianças da comunidade. “Podemos observar o crescimento dos nossos alunos como cidadãos. A esgrima ensinará o lema original dos mosqueteiros de ‘um por todos e todos por um’, e o real significado dessa expressão”.

Por Joildo Santos

Editor do Jornal Espaço do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.