Metrô muda plano após veto a Morumbi e Paraisópolis sai perdendo

Metrô muda plano após veto a Morumbi e Paraisópolis sai perdendo

Da Folha de São Paulo 18/06/2010

Metrô muda plano após veto a Morumbi
Previsto para 2013, trecho na zona sul deixa de ser prioritário com a exclusão do estádio da Copa de 2014
Investimentos devem se concentrar agora em linha que passará pelos bairros de Pirituba e Pompeia
EVANDRO SPINELLI
DE SÃO PAULO

A decisão da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) de excluir o estádio do Morumbi da Copa do Mundo de 2014 mudou os planos do governo do Estado para as obras do metrô paulistano.
Antes prioritária, a linha ouro, que vai ligar o aeroporto de Congonhas ao estádio do Morumbi e passar por Paraisópolis- uma das regiões mais carentes da capital-, terá novo cronograma.
Prevista para 2013, a um ano da Copa, ela deixa de ter data para ser concluída.
Passa a ser prioridade agora a futura linha 6-laranja, que vai ligar a Brasilândia, zona norte, à estação São Joaquim (linha 1-azul).
Ela passará por Pirituba, zona norte, e pela Pompeia, zona oeste, bairros onde ficam as duas alternativas ao estádio do Morumbi.
Em Pirituba, a prefeitura pretende construir o que chama de maior centro de convenções do mundo, uma área com hotéis, um shopping center, prédios de escritório, além de uma arena multiuso.
É nessa arena que a CBF pretende fazer a sede paulistana na Copa-14, desde que encontre um investidor disposto a aplicar ali cerca de R$ 1 bilhão para agilizar a entrega da obra em três anos.
Na Pompeia fica o Palestra Itália, do Palmeiras, onde o estádio começou a ser ampliado -na atual conjuntura, é o mais cotado para abrigar jogos da Copa.
A mudança de cronograma nas obras do metrô ocorreu porque parte dos investimentos em transporte sobre trilhos em São Paulo está ligada ao PAC da Copa. Portanto, os gastos vão se concentrar em estruturas a serem utilizadas no mundial.
O governador Alberto Goldman (PSDB) confirmou ontem que a extensão da linha ouro de monotrilho até o Morumbi continua nos planos, mas deixa de ser prioridade com a exclusão do estádio da Copa. “Nós iríamos priorizar se o Morumbi fosse o estádio escolhido”, diz.
VERBAS
O que deixa de ser prioridade, diz Goldman, é apenas o trecho que vai passar por Paraisópolis e pelo Morumbi -justamente o mais próximo do estádio, cerca de 500 metros. A estação São Paulo-Morumbi, da linha 4-amarela, já em fase avançada de construção. Fica, porém, a cerca de 3 km do estádio.
A linha ouro vai custar R$ 2,86 milhões. O governo federal entraria com R$ 1,082 milhão de financiamento da Caixa Econômica Federal. A prefeitura entraria com R$ 302 milhões e o restante viria do governo do Estado.
Agora, a União deve direcionar a verba para a região de um dos dois estádios candidatos a receber jogos. Ou seja: a linha 6-laranja.

Joildo Santos

5 comentários sobre “Metrô muda plano após veto a Morumbi e Paraisópolis sai perdendo

  1. Sem querer entrar no mérito da questão.
    Saimos, cidadãos que circulam diariamente por toda região, mais uma vez, perdendo com ‘atrasos’ faraônicos na amplição, melhoria e adequação da matriz de transporte de massa em São Paulo.
    A quem isso interessa e quem são os prejudicados, de que lado você está?

  2. ´´e verdade sou morador também e mesmo assim tudo que foi construido nos embalos da copa do mundo principalmente para moradores que estavam e não estão mais em áreas de risco, foi muito bom e bem aceito e agora Pirituba e outras comunidades que precisam muito mais que nóis ,precisam bastante de ações de bons modos de vida ou pelo menos aqueles que moram em areas de risco vão ser ajudadas num brave tempo e um aumento favoravel de emprego temos problemas de empregos mais daquele lado de lá se tem muito mais e será uma ajuda pra eles igual

  3. Olá Ede, com todo respeito a sua opinião.
    Uma coisa são as obras de urbanização que estão acontecendo em Paraisópolis, a outra, são as melhorias devido a Copa.
    Uma ainda está em andamento, e é bom que se diga que a fase atual da obra na micro Antonico vai ser bastante complicada pelo alto número de remoções; a outra, referente a copa, ainda não nos trouxe nenhuma melhora direta. [Que algum técnico nos agracie com alguma informação].
    Muitos moradores ainda estão em área de risco, mas não é essa a questão, central aqui.
    Muitas melhorias entre elas as referentes ao transporte público não foram resolvidas, aliás, apenas melhorias não dão conta do tamanho do problema acumulado.
    Sendo assim de que forma algo que ainda não aconteceu aqui, pode ir para outro local?
    Em que sentido podemos afirmar que ‘tudo q foi construído… foi muito bom e bem aceito… e agora Pirituba e outras comunidades precisam muito mais que nóis’.
    A estrutura criada [quando forem criadas] com esta ou estas finalidades (transposrte, habitação, etc.) tem de ser permanentes, obviamente.
    Não podemos concordar que por contada da retirada do Estádio do Morumbi da Copa por conta de sabe-se lá quais interesses percamos uma linha de metrô e mais uma gama de melhorias, que por sua vez contemplará, junto a outras medidas, um importante número de cidadãos durante e após os jogos.
    Tudo isso em detrimento da falta de infra-estrutura de outras regiões onde as políticas públicas não observaram o crescimento populacional e os todos problemas acarretados por isso.
    Que nossos agentes públicos se responsabilizem por cada região da cidade carente de melhorias em todos os campos e que seja para eles muito mais que ‘uma ajuda pra eles igual’ a nossa, atualmente.
    Por acaso: Governador de SP não descarta Morumbi para abertura da Copa
    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2010/06/governador-de-sp-nao-descarta-morumbi-para-abertura-da-copa.html
    Vamos ver que vai dar, fiquem de olho.

  4. Olá Isaac !Owwwww Brown e ae como q tá ?é nós!É uma questão o quanto tanto inovável querer, poder, ter,o outro lado da moeda…são questões difíceis pra estrállar os dedos assim,êêêê,,,desdobrar… ir em frente…pence bem se faz sentido…cita o constrate de outros lados esquecidos por nós mesmos o lado da moeda,estamo trabalhando como podemos, mais doloroso ainda é, esquecer de pensar lá no outro lado da moeda sei que a inteção é ir em frente lógico vamus em frente, mais se vermos de um ângulo geral estamos mesmo assim com porcentagens de chances igual de trabalharmos juntos com eles ,vai ser mais difícil ir pra outra região pra encinar e somar sobre melhoriais, ae que está a cituação de adaptação pra isso podemos ter rumos á sentidos inusitados de desafios respeitosos e comuns para nossa atualidade,pra nossa geração que é do futuro,como uma grande árvore numa montanha com diverças outras árvores que compartilham da chuvam e do sol, porém agora,estou falando sobre nossa auto estima de todos em geral ricos ou pobres meio ambiente etc…,aqui é um guerrero ae está um guerreiro nós conhecemos guerreiro e guerreiras…companheiros companheiras…prossiga…são importantes pra mim pra nós e pra ti…é lamentável ter que ajudar doutores experientes em cargos eficientes mais ,,,,o setor de avanço deles impede as partes sábeis que estão em pessoas simples que ajudam pessoas iguais,,,,esse é um ponto de vista morow Brown…só quem é de lá sabe o que acontece e encheias de razões em cada questão…acho que as comunidades pobres estão tendo melhores tratamentos que antes e estamos juntos com outras comunidades ricas e etc…. um ajudando o outro com sabedorias e tecnologias sociais milenáres…quando o bicho pega mesmo ,ae aparecem os gladiadores pra ajudar os continentes…e quem são?????Nós????? rescentemente vimos e fomos ajudados a vencer algumas das epidemias mais polemicas das nações tivemos ajuda nisso de todos ,vencemos juntos bastantes coisais….Agora temos um clube poliesportivo pra mulekada frequentar os Ceus ,é uma inovação, é legal, as vezes enchergamos burocracias ,as vezes enchergamos um belo sol ,entrei na piscina nesses dias e achei legal ,acho que algumas comunidades ainda num tem e vão conseguir um dia,,,,,o homem e a mulher na estrada recomeçam uma vida ou segue uma vida justa honrosa por Deus e por nós uns irmão dos outros,,,,trabalhando vencendo a cada dia ,bom Bronw são reflexões ,mas mesmo assim a realidade está melhor que antes e o futuro será cada vez mai evolutivo pra humanidade…o dia é tensu mais temos uma monção pra nossas FÉ, nossas vidas e de pessoas de bem, ou em capacitação pra voltar a sociedade ,com projetos legais de inclusão sociais etc…A bondade sempre será compartilhada entre todos nós.Issac vou nessa grande amigo e lembrece são apenas reflexões de um broder que estudou até a 4o série o LULA!agente se vê bravo amigo.abraços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.