Jornada da Habitação reúne projetos de São Paulo [um deles é de Paraisópolis] e de outros seis países

Jornada da Habitação reúne projetos de São Paulo [um deles é de Paraisópolis] e de outros seis países

Publicado pelo Jornal Espaço do Povo

Na próxima sexta-feira, dia 27 de janeiro, terá início a Primeira Jornada da Habitação da Cidade de São Paulo. Com abertura agendada para o Centro Cultural São Paulo, o evento destacará seis projetos municipais com feiras, exposições, palestras, workshops e debates nos bairros, dialogando com projetos de cidades de outros seis países – Roma (Itália), Medellín (Colômbia), Nairóbi (Quênia), Mumbai (Índia), Moscou (Rússia) e Bagdá (Iraque).
“Na abertura, haverá painéis mostrando o que são os projetos em cada uma dessas cidades e também os que estamos destacando aqui em São Paulo. Depois, em cada uma das comunidades, haverá debates e uma feira com atividades culturais, esportivas e exposição do que ela produz, com incentivo da Sehab, em função da urbanização”, explica a superintendente de Habitação Popular da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), Elisabete França.
Logo após a abertura, no fim de semana dos dias 28 e 29 de janeiro, a jornada chegará ao Jardim São Francisco, na Zona Leste. Depois, o evento percorrerá, sempre em dois dias de cada mês, o Cantinho do Céu e Paraisópolis (ambos na Zona Sul), Bamburral (Zona Norte), Heliópolis (Zona Sudeste) e a região central. “Procuramos abarcar todas as regionais da Secretaria Municipal de Habitação e escolhemos os projetos mais emblemáticos”, comenta Elisabete França.
Entre os seis projetos escolhidos, estão Paraisópolis, Heliópolis e São Francisco – as três maiores áreas em urbanização na Cidade. Bamburral, que também faz parte da lista, é a primeira favela que será urbanizada com recursos obtidos pela venda de créditos de carbono (certificados emitidos por quem reduz a emissão de gases de efeito estufa que podem ser negociados no mercado internacional).
Fecham a lista o projeto de urbanização do Cantinho do Céu, que é reconhecido nacional e internacionalmente, e o Programa de Cortiços, que superou a meta estabelecida pela Agenda 2012 da Prefeitura ainda em 2011.
A curadoria da Jornada da Habitação está a cargo do renomado arquiteto italiano Stefano Boeri (diretor do prestigiado Studio Boeri de arquitetura), que promove anualmente o Festival Internacional de Arquitetura (Festarch).

Joildo Santos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.