Cristina Josefa | É importante saber como se comportar em uma entrevista de emprego

Quem é que fica confortável sabendo que será milimetricamente avaliado? Ou quando se depara numa situação totalmente interrogativa, fora de sua rotina, em que involuntariamente, deposita todas as fichas naquela chance?

Esta com certeza é uma situação muito tensa! Em paralelo, pense: Diariamente você é analisado, observado, por todos a sua volta, a todo tempo! Se pensar nisso chegará à conclusão que esta é apenas mais uma “análise sintática” do outro sobre você! Ajudou? Não?

Abaixo, listo alguns insights que poderão ser absorvidos e adaptados à seu modo de agir e reagir.Vamos lá?

Como se apresentar numa entrevista de emprego

Sua imagem é seu cartão de visita

Menos é mais. Excesso nos condena! Esteja alinhado, durante o processo e, também, se for contratado. Já vi muita colega que se produzia mais para a balada do final de semana do que para o ambiente corporativo. Geralmente, as empresas se deparam com uma apresentação Kinder Ovo do avesso, que é bem diferente do que viu durante o processe seletivo. O sugerido é que se vista de você e não de alguém que queira parecer, de forma que o layout converse com o ambiente que estiver inserido.

Não esqueça: A imagem vendida na entrevista é a que foi comprada. Tente mantê-la durante a sua passagem pela empresa.

Para as mulheres: Uma make para uniformizar, leve. Para as ousadas, use-a a seu favor.

Para os homens: Pele hidratada, barba bem feita e na boca, manteiga de cacau – nada de chegar com a boca ressecada. Foco nos detalhes.

Comportamento: A base de tudo é: seja você!

Nada de criar personagens. Imagine se esquece o script e não for bom de improviso, vai sapatear na pista e o entrevistador vai “ganhar a fita”. Autenticidade, por favor. O mundo já tem estereótipos demais.

Empresas querem captar a sua essência, verdade,  capacitações, conhecimentos também –  é claro mas, a  procura pode ser por alguém exatamente como você

Saia do clichê quando for citar  um defeito e uma qualidade

Qualidade: Perfeccionista|  Defeito: Perfeccionista

Clichê pode, entrevistador? Não, não pode. Mostre ao entrevistador que você é de verdade, ou seja, ser humano!

Veja alguns exemplos de qualidade que podem ser citados: Bem humorado, carismático, flexível, competitivo. Pense em pontos que o definam.

E veja alguns exemplos de defeito: Nervosismo, insegurança, timidez ao extremo, desconcentrado às vezes, ingenuidade, imediatista.

A intenção aqui é identificar o seu perfil, verificar se há encaixe na equipe já existente e na vaga. O momento da entrevista é uma síntese do que você será no dia a dia corporativo.

Não fale mal da empresa anterior

Evite ao máximo abrir detalhes da empresa que trabalhou, em outras palavras, jamais denigra a marca que representou ou o líder que o liderou. Isso é visto de forma extremamente negativa e pode tirá-lo (a) do circuito.

Sobre o futuro na empresa

Uma das respostas com mais clichês é quando perguntam: Como se vê daqui a 5 anos?

“Ocupar a sua posição na empresa” não é uma boa resposta.  Já foi o tempo que essa resposta representava sua ambição e demonstrava o foco em crescer na carreira. Seja honesto com você e com o recrutador.

Veja alguns exemplos:

  • Quero sentir-me realizado na posição que estiver ocupando;
  • Quero ter estabilidade financeira;
  • Quero fazer parte de uma equipe vencedora;
  • Quero ser reconhecido por ser peça importante no crescimento da empresa;

Percebeu a diferença? Não tenha receio de responder algo “de verdade”, que saia do protocolo.

Na hora da redação

Busque temas atuais. Fuja de assuntos polêmicos. Venda a sua forma de ver o tema escolhido.

Toques Finais

Vá preparado para competir (Um dos álibis infalíveis é estar bem informado!). Olhe nos olhos; esteja atento; mostre-se interessado no que diz o entrevistador. Dê um aperto de mão confiante e tente controlar o nervosismo, ansiedade. Equilibre a postura; seja um bom ouvinte; seja humilde. E por fim, sorria! Acredite isso faz uma grande diferença!

Joildo Santos