Cristina Josefa | Mulher não vem com rótulo e data de validade

Pensamento limitado é aquele asfixiado, numa caixinha apertada, sem luz, sem oxigênio em que o copia e cola dita regras.

Esse mundo de tudo para ontem gera  pensamentos que atropelam sem o cuidado da particularidade.

Existe Raiz Quadrada das Relações?

Dia desses, eu  estava num salão de cabeleireiro, ambiente propício, principalmente, para assuntos ligados à sentimentos. Uma colega falava sobre relacionamento. Levantou-se, foi para o meio do salão com papel e caneta para exemplificar: Quando nasce, cresce e morre um relacionamento. Ela quase encontrou a raiz quadrada do tempo que dura cada etapa.

Enquanto ela explicava, estourou no ar um balão de pensamento que apareciam no mínimo 3 exemplos que contrariavam a estatística apresentada.

Respeitei o ponto de vista dela, mas o meu é o seguinte: Nas histórias não cabem o Crtl+C e  Crtl+V da geral. Cada história, uma sentença.

Mulher não tem prazo de validade

A pressão sobre a mulher, sobre o status – offline – que ela carrega sofre uma perseguição surreal. Algumas usam estratégias imediatistas, quase que desesperadas para mudar o quadro – nada contra. E as que não se submetem, ouvem coisas do tipo: Você não está colaborando; Entra nos aplicativos de relacionamento; Você é muito exigente; Você não está olhando direito; Vai acabar sozinha; O tempo tá passando; Acha que vai cair do céu, …blábláblá!

Todas possibilidades são possíveis, mas, será que te apetece?

Hoje, penso assim: Deixa o povo achar, enquanto há vida, há achismos!

Se apaixonar sim, viver numa bolha do mundo de Boby, não. E quantas pessoas não conseguem sair dela, da tal bolha?

As pessoas temem o “ser solteira” como  se isso representasse fracasso, incompetência, exclusão, condenação. Ser solteira também é vida, meu povo!

Como diria o poeta: “Amar é bom, mas faz renascer…” Enquanto isso não é um par, que seja um bom ímpar!

Não sou adepta ao “eu me basto” das feministas contemporâneas, devo  ser uma feminista retrograda, então? Pode ser!

Mulher é sensível – ainda-, deseja colo, quer ser cuidada, reconhecida. Mulher gosta da liberdade de poder ser o que ela é, quando ela quiser, sem ter que se preocupar em estar compatível ao que esperam. Acredita no amor, no amar mas sem o desesperado da imposição, que aprisiona e nos limita.

Em paralelo, é também forte, com energia quase que ininterrupta.

Meu Ponto de Vista

Não perca o precioso tempo com a pessoa errada. Como saber? Ah, o coração nunca mente. A gente, no fundo sabe,  mas, às vezes, não quer aceitar. Optamos por colocar a venda nos olhos e seguir, forçando a barra.

Não caia na ladainha – daquela pessoa ‘legal’ – que diz: Segura, porque o mercado tá difícil. Ó, céus!  Sempre haverá palavras soltas. Mas, nem todas devem brotar. Faça uma peneira. Não compre todas as ideias.

As experiências dos outros, podem ser sim aprendizados,  mas, talvez, nem todas valerão pra você.

A sua maneira

Uns casam, outros Não. Uns tem filhos, outros não. Uns adotam filhos, outros optam por ter animais de estimação. Uns formam família, outros colecionam viagens. Uns se casam e logo se separam, Outros se casam e nunca se separam. Uns se casam e continuam sendo eternos namorados, outros se casam e esquecem o que os juntou. Uns têm filhos cedo, outros têm filhos na idade madura. Uns têm filhos e uma família tradicional, outros têm filhos e fazem dupla jornada no papel de líder da casa. Quantas e quantas combinações ainda podem ser escritas. Escreva a sua!

Joildo Santos