Dep. Carlos Zarattini se pronuncia na câmara sobre os acontecimentos em Paraisópolis

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, registramos nossa apreensão com a forma como o Governo do Estado de São Paulo e a Polícia Militar do Estado vêm tratando os eventos que se sucedem na favela Paraisópolis. Lá residem 80 mil pessoas, é a segunda maior favela da cidade de São Paulo, incrustada no bairro mais rico da cidade, o Morumbi, e a menos de mil metros do Palácio dos Bandeirantes.
É impressionante como o Governo do Estado, ao longo dos últimos anos, não tomou nenhuma atitude em relação à presença, cada vez maior, do chamado PCC, do crime organizado, que ali se instalou há cerca de 5 anos. Todos sabem que o crime organizado promove o tráfico de drogas e outras ações criminosas naquela região.
Ao longo de todos esses anos, tanto a Polícia Militar quanto a Polícia Civil tinham conhecimento do que estava acontecendo ali, mas nada fizeram. Agora, num momento de confronto, fazem a Operação Abafa, levando para lá mais de 300 policiais e cerca de 70 viaturas. Nessa situação de confronto, quem vem sofrendo é exatamente a população trabalhadora que ali mora, são as trabalhadoras e trabalhadores que não podem sair de suas casas, que são humilhados pela Polícia, de forma totalmente arbitrária.
Por isso, manifestamos o nosso repúdio. É necessário, sim, que haja investigação e prisão daqueles criminosos, mas não é possível admitir que seja feita a repressão em cima do povo pobre da periferia de São Paulo.
Sras. e Srs. Deputados, é necessário que esta Câmara fique atenta ao que está ocorrendo com aquelas pessoas, que sofrem revistas humilhantes, são agredidas e não conseguem ter sua voz ouvida pelo Governo.
Essa ação que ocorreu em Paraisópolis demonstra o fracasso da política de segurança do Estado de São Paulo, política de segurança essa que só fez aumentar o número de presos naquele Estado.
Manifestamos o nosso protesto e a nossa inconformidade com o que vem ocorrendo ali e a nossa solidariedade ao povo de Paraisópolis. É preciso que volte a haver paz naquela região e que a Polícia Militar e a Polícia Civil façam a investigação necessária para prender os criminosos e desbaratar o crime organizado. Eles sabem muito bem onde esses criminosos estão, têm consciência disso, porém, devem agir sem violência contra o povo de São Paulo.
Muito obrigado, Sr. Presidente.
*Dep. Carlos Zaratinni (PT-SP)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

https://layar.iium.edu.my/wp-content/uploads/