Paraisópolis inaugura Sala de Cinema para a comunidade

Levar cultura para a segunda maior favela de São Paulo é o desafio do Grupo de Jovens que coordena o Centro Cultural Espaço Jovem de Paraisópolis e um dever do Estado. Formada principalmente por jovens e crianças, uma grande parte dos moradores é analfabeta (cerca de 15mil pessoas) e nunca teve acesso ao teatro ou ao cinema. Paraisópolis se uniu na batalha pela erradicação do analfabetismo através do Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos Escola do Povo, que já alfabetizou cerca de 1500 pessoas e agora investe no acesso cultural.

A idéia do Centro Cultural Espaço Jovem de Paraisópolis nasceu da necessidade de criar espaços que possibilitem o acesso da comunidade à cultura e ao lazer. Uma das parceiras do projeto, a Empresa de Propaganda e Marketing Ponto Brand Promotion, tem sido a mantenedora de atividades sociais na sede do Centro Cultural desde 2007. A filosofia da empresa é construir um modelo de agência única no mundo do marketing moderno. A Ponto tem sua atuação sustentada pelo tripé: estratégia, criatividade e inovação. Para Marcelo Heidrich, presidente da Ponto, “estamos há 1 ano neste projeto como colaboradores fundadores e sou muito orgulhoso de estarmos envolvidos”, diz

O projeto tomou força quando um grupo de alunos da Universidade de São Paulo – USP, procurou a União dos Moradores. A intenção era realizar exibições em diversos locais de Paraisópolis, principalmente nas salas de alfabetização de adultos, uma vez a cada mês, através do projeto Rede de Telas. Ele consiste na exibição de filmes seguida de debates, em três bairros da periferia paulistana: Jardim São Luis, Cidade Tiradentes e Paraisópolis. Os debates contam com a presença dos realizadores dos filmes ou com convidados preparados para discutir a temática abordada e visam incitar a problematização dos filmes pelos moradores das comunidades. O projeto é desenvolvido pela pesquisadora Esther Hamburguer, do Departamento de Cinema, Televisão e Rádio da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo – USP.

Buscando aprimorar suas iniciativas para auxiliar a comunidade, a sala de cinema deverá promover a cultura entre os moradores. O Cinema Paraisópolis tem capacidade para atender até 100 pessoas e é patrocinado pela Associação Citi Esperança, (formada por funcionários do Banco Citi Bank) tendo por objetivo social contribuir para o desenvolvimento econômico, social e cultural da sociedade brasileira, a promoção do voluntariado, da educação e da cultura, da saúde e segurança alimentar, do combate à pobreza, de forma gratuita. A defesa, preservação e conservação do meio ambiente, a promoção do desenvolvimento sustentável e o fortalecimento da solidariedade, promoção da ética, da cidadania e de outros valores universais.

A inauguração do Cinema, será no dia 23 de Abril às 19hs, com o filme “O Ano em que meus pais saíram de férias”, de Cao Hamburguer. O filme retrata 1970 e o Brasil vai entrar em campo para lutar pelo tricampeonato na Copa do México. O país passa por um dos momentos políticos mais delicados de sua história, com um governo militar ditatorial, que suprimiu todas as formas de liberdade, inclusive a dos pais de um garoto de 12 anos, Mauro. Por serem de esquerda, são obrigados a viver na clandestinidade e a deixá-lo com o avô.

“Nossa proposta é exibir filmes que não estejam em cartaz no circuito convencional bem como levar informação qualificada e cultura para a nossa comunidade, que é muito carente, fortalecendo o debate e proporcionando o conhecimento”, explica Joildo Santos, coordenador de comunicação do Espaço Jovem.
O Espaço Jovem tem interesse em receber indicação de filmes para serem exibidos no Cinema bem como a contribuição de apoiadores a fim de manter o local para dar continuidade ao projeto.

A inauguração da sala de cinema faz parte da “II Semana Cultural das Bibliotecas de Paraisópolis”, cuja missão é incentivar a leitura, garantir o acesso da população aos acervos, divulgar as atividades culturais produzidas nas diferentes organizações, apoiar o Protagonismo Juvenil, proporcionar um espaço de troca de informação e vivência cultural de forma diferenciada e lúdica, estimular o interesse pelas artes como forma de conhecimento e tornar pública a produção cultural da Comunidade de Paraisópolis.

A Semana Cultural acontece entre os dias 22 e 26 de abril em diversos locais da comunidade e é promovida pelo Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis – PECP, Espaço Esportivo e Cultural BOVESPA, BECEI e União dos Moradores.

Os filmes são exibidos na sede do Espaço Jovem – Rua Rodolfe Lotze, 911 – Pirâmide.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.